• Fundamentación de la ética discursiva: ¿Apel o Habermas?
    Revista Latinoamericana de Filosofia 21 (2): 317-346. 1995.
  •  7
    Motivação neo-humeana: por que acreditar nela?
    Manuscrito 26 (1): 135-182. 2003.
    Neste artigo avalio criticamente as diferentes tentativas de Mi-chael Smith e Bernard Williams de defender uma versão plausível da teo-ria da motivação humeana. Contra Smith, mantenho que a concepção disposicional dos desejos que defende não é apropriada, e que seu argu-mento fracassa porque ignora o papel que desempenham as condições da racionalidade nas explicações intencionais. Em relação a Williams, sustento que embora coloque corretamente um desafio contra qualquer perspectiva “racionalista…Read more